Workshop promovido pela ABIPTI discute os desafios do setor da indústria de alimentos no DF

A Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (Abipti) com o apoio da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), promoveu na quinta-feira, 31 de março, a 6ª edição do Inovação em Debate, com o tema O Futuro da Indústria da Alimentação no DF.

O evento, realizado na sede da FIBRA, teve como objetivo discutir os principais problemas do setor que impactam na competitividade e os avanços tecnológicos possíveis.

A iniciativa faz parte do projeto Conectando DF, uma parceria entre a Abipti e a Fundação de Apoio à Pesquisa do DF (FAP-DF), que tem, entre outros objetivos, estimular o empreendedorismo inovador na capital do País, fortalecer alianças entre empresas, governo e institutos de ciência e tecnologia, desenvolver soluções tecnológicas para problemas encontrados pelos empresários em seus negócios e estimular a produção acadêmica. O projeto tem outras duas fases, momentos quando são apresentadas soluções para os problemas mapeados anteriormente.

“O Inovação em Debate é uma oportunidade não só para discutir os principais gargalos que impactam a competitividade nas indústrias de alimentos, mas para também refletir sobre as inovações e as tendências tecnológicas que farão com que essa indústria continue a se modernizar, atraindo empreendedores e demandando empregos de maior qualificação”, destacou a diretora executiva da Abipti, Flaudemira Paula.

Presidente do Sindicato das Indústrias de Alimentação de Brasília (Siab), Pedro Moraes Nicola elencou as principais limitações para o segmento: capacitação de mão de obra e da gestão, concorrência desleal, inovação de produtos e a presença digital.

“Eventos como este são muito importantes para fomentar a inovação, levar para o empresário a relevância disso e, ao mesmo tempo, aproximar das empresas as entidades que financiam projetos inovadores”, pontuou Nicola.

Além dos fatores citados pelo presidente do Siab, empresários do ramo apontaram desafios como a alta no valor dos insumos causada pela condição econômica atual, a necessidade de mecanismos para auxiliar a reduzir as perdas de produtos e a melhoria no uso de tecnologias para aumentar o desempenho das indústrias.

A moderação do encontro foi feita pelo assessor da presidência da Abipti Eduardo Fayet. O evento ocorreu de forma híbrida, com transmissão ao vivo pelo canal da Abipti no YouTube.

Com informações da Assessoria de Comunicação da FIBRA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.